Liceu Pasteur - Ensino Médio, Fundamental e Infantil

Notícias / Reportagens

Voltar
Reportagens - 08/12/2014

Nossos alumni falam sobre o Liceu

Ex-alunos no Liceu contam os motivos que os levaram a escolher seus cursos universitários, que servirão de caminho para seu futuro profissional, e como o Liceu os ajudou nesta caminhada

Uma das propostas do Liceu Pasteur é levar aos alunos que estão na concorrida luta por uma vaga nas universidades um pouco das histórias de ex-alunos que já conseguiram passar por essa fase e viveram os primeiros passos dentro de universidades espalhadas pelo País. Dessa vez, escolhemos os alumni Marcelo Nema Areco e Cassiano Dourado Ribas para contar um pouco do que fizeram para conquistar vagas em vestibulares concorridos e o que já passaram neste primeiro ano de sua nova experiência. Ambos comprovam que todo esforço é válido e que cada segundo vivido no Liceu Pasteur os ajudou em suas caminhadas.

Marcelo e Cassiano se formaram no Liceu Pasteur no ano passado. Os dois sabem bem o real sentido da palavra dedicação, pois agora eles vivem cenários diferentes no lado estudantil, mas não se esquecem de que tudo isso derivou do rico conteúdo das aulas, dicas dos professores e do ambiente familiar que o Liceu sempre faz questão de colocar em prática diariamente.

  Marcelo estudou 14 anos no Liceu e prestou vestibular na USP (Fuvest) e Unicamp para Química. "O Liceu me proporcionou uma base importante para que eu conseguisse entender o meu real objetivo para o futuro. Lembro-me bem que as aulas no laboratório com o Prof. Luís Carlos, de Química, foram fundamentais para o meu entendimento, definição do gosto pela profissão de Químico e, claro, pelo rumo seguido nos vestibulares", explicou o universitário de 18 anos, que está cursando a graduação na USP e deseja, no futuro, seguir carreira como perito criminal.

Além das aulas, outro ponto ressaltado por Marcelo é a questão do convívio no Liceu. Para Marcelo, os profissionais do colégio sempre estão à disposição para ajudar os alunos no que for preciso.

  "A convivência é algo especial neste colégio. Você cria uma família com amizades fortes tanto com colegas de sala de aula como com os profissionais que trabalham na escola. É algo também que te deixa fortalecido e confiante para escolher novos rumos, como é o caso da Universidade", completou.
A história de Cassiano é bem parecida na questão da importância do Liceu na bagagem estudantil. Entretanto, há tempos professores e amigos do garoto de 18 anos sabem o que ele já havia traçado como meta para a vida profissional. Cassiano sempre deixou claro que seu maior objetivo é ser Diplomata. Para isso, procurou saber mais sobre as obrigações e tarefas que incorporam esse cargo de tamanha valia. Os primeiros passos para que o sonho um dia se torne realidade já foram dados, tanto que ele prestou vestibular para Direito na USP e passou. "Sempre deixei claro o meu desejo para amigos e professores do Liceu. Isso também foi uma forma de preparação, assim teria condições de traçar de maneira inequívoca o caminho para minha escolha. O que me ajudou muito foi o trabalho de Mentoria realizado pelo colégio, pois não só para mim, mas para todos os alunos, o método ajuda muito na escolha profissional e oferece maior tranquilidade para dar sequência no planejamento de carreira", disse.   

Sobre a escolha do Direito e como está sendo o dia a dia na universidade, Cassiano enfatiza que, para ele, a profissão é algo que encanta pelo fato de proporcionar maior entendimento da Sociedade. Já a Universidade lhe abriu novos rumos, e foi graças ao Liceu que isso aconteceu.

"A bagagem que os alunos recebem no Liceu proporciona a fuga de um lado simples na questão do Conhecimento. O exemplo que apresento é o meu caso, pois na Universidade que estou existe um convênio com a Universidade de Lyon, na França, que proporciona a graduação francesa em Direito, além da condição de atuar em toda a União Europeia. Graças às aulas de Francês, poderei ingressar com afinco neste novo objetivo", apontou.  

O Liceu parabeniza seus ex-alunos por toda dedicação e méritos alcançados. E que histórias como as de Marcelo, futuro Químico, e de Cassiano, futuro Diplomata, possam servir de injeção de ânimo para atuais alunos da escola, que também serão espelhos para novas gerações nos próximos anos. 

Compartilhe: Voltar